Post-Internet Posproduction. Journey through the Web culture.

Web Vernacular – Replicabilidade – Automação – Utilizadores como produtores de conteúdo.

A Era digital proporcionou o acesso facilitado a conteúdos, tornando a apropriação numa atividade comum no nosso estilo de vida online. Segundo Nicolas Bourriaud, a apropriação é o primeiro patamar da Pós-Produção, que apresenta o objetivo do artista de desafiar os limites entre o consumo e a produção, utilizando conteúdo online em várias configurações.

A arte de Pós-produção consiste numa resposta ao caos da cultura global na era da informação, onde os artistas “cortam, postam, colam, escrevem” (Paul Soulellis) obras produzidas por outros. Deste modo, a apropriação torna-se um método artístico com o propósito de reutilizar conteúdo pré-existente, colocando-o num novo cenário de forma a que lhe seja atribuído um novo significado.

A partir do conceito web-to-print, e após uma pesquisa e recolha de informação sobre a produção cultural Pós-Internet, o objeto editorial apresentado colecta conteúdos relacionados com a apropriação.

Aborda a transição da Web 1.0, em que os utilizadores são consumidores passivos, à Web 2.0, em que esses utilizadores se transformam em produtores de conteúdo. Evidencia também as reações artísticas a essa transição, desde da fase inicial da Net Art, expondo abordagens como a cultura vernacular web, Surf Clubs, cultura viral e memes, até à arte Pós-Internet, onde “os artistas percorriam uma vasta quantidade de dados para colecionar e transformar a informação digital recolhida numa experiência analógica” (Paul Soulellis).

Pequena apresentação da variação de conteúdo. – Fascículo Nº 01.

Nesta atmosfera Pós-Internet, a autoria é omnipresente desafiando as noções do termo “cópia-original”. Toda a produção cultural é vista como um trabalho em progresso, passível continuação por qualquer um dos seus espectadores. Deste modo, é promovida a replicabilidade de conteúdos presentes na web, um dos conceitos base deste projeto editorial.

O projeto “Post-Internet Posproduction. Journey through the Web culture.” consiste numa série de fascículos, periodicamente disponibilizados numa plataforma online. Cada fascículo apresenta uma estrutura semelhante e incluem secções de carácter experimental, documental e informativo. Com esta abordagem procura-se explorar a introdução da automatização na produção cultural e artística, seja através da exploração das plataformas, estruturas ou ferramentas disponíveis pela Internet, seja através da apropriação de conteúdos pesquisados online.

Acesso à plataforma online: http://2020.fbaul-dcnm.pt/andreia_silva/PostInternet/